Seguidores

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Dentro dos olhos fechados



Eu disse da espera sem palavras.
Que precisado é senão memória
se num silêncio assim virá a fonte
esperada e o desejo será tão alto
como o outro caminho do jardim
que se procura?

Acontecerá quando o vento unir
nossos ombros e tudo que não foi
será agora.
Manhãs abrirão e murcharão como
pássaros de ontem dento dos olhos
fechados.

E o tempo dormirá em nossas mãos.


Olga Savary
1.954

3 comentários:

  1. LINDO DEMAIS...SUCESSO

    ResponderExcluir
  2. SEMPRE ENCANTADA COM AS POSTAGENS DESSE BLOG. AMO !

    ResponderExcluir
  3. AMO ESSE BLOG, PERFEITO!!

    ResponderExcluir